Serviços Prestados
Clínica Veterinária
Clínica Cirúrgica
Diagnóstico por imagem
Serviços Gratuitos
Castração de Caninos e Felinos
Diagnóstico de Zoonoses
Observação de Raiva
Posse Responsável
Adoção de Caninos e Felinos
Zoonoses
O que são zoonoses
Informações
Amostra de Raiva
Contatos
Downloads
Estágios
Horários de funcionamento
Links
Localização
Mitos e Verdades
Tabela de preços
     
 

LARVA MIGRANS CUTÂNEA

O QUE É A LARVA MIGRANS CUTÂNEA?

É uma zoonose causada por larvas de parasitos intestinais de cães e gatos que penetram na pele humana. A espécie de parasito mais comumente incriminada é o Ancylostoma brasiliensis, mas esta doença pode também ser causada por Ancylostoma caninum, Uncinaria stenocephala ou Gnatostoma spinigerum.

A larva migrans cutânea tem sido registrada em diversos países, principalmente nos de clima subtropical e tropical, sendo mais freqüente na região litorânea, onde há calor e umidade em condições ideais ao desenvolvimento desses parasitos. No Brasil é muito comum, especialmente em crianças que se contaminam ao brincar em tanques de areia, praias ou praças.

PRINCIPAIS SINTOMAS:

Lesões cutâneas com prurido intenso e erupções de aspecto sinuoso. Localizam-se mais freqüentemente nos membros inferiores, principalmente nos pés, nádegas e mãos, e menos comumente em outras regiões como o couro cabeludo e face.

COMO É TRANSMITIDA?

Estes parasitos habitam o intestino de cães e gatos que, ao defecarem, eliminam os ovos que contaminam o solo. Em 24h, os ovos se transformam em larvas, tornando-se infectantes no solo após uma semana. As larvas presentes no solo contaminado penetram na pele do hospedeiro e migram para o tecido subcutâneo, ocasionando reações inflamatórias.

COMO EVITAR A DOENÇA:

  • Levar sempre seu animal ao médico veterinário e vermifugá-lo periodicamente.
  • Recolher sempre as fezes do seu animal quando ele defecar em locais públicos, dando-lhes um destino sanitário adequado;
  • Evitar o contato direto das crianças com areia contaminadas por fezes de animais.
  • Não levar animais à praia para evitar que estes defequem na areia.
  • Não andar descalço.
 
  voltar
voltar